Um texto sincero

Standard

Bom dia ao porteiro

O meu primeiro bom dia vai ao porteiro.
Talvez esse seja sinal de uma rotina solitária.
Onde a primeira pessoa encontrada é o funcionário.
Hoje me questionei a respeito.
Rotina de solteiro?
Espaços vazios preenchidos por uma pessoa que mal conheço?
Mas tudo corre tão rápido.
Acho que não chega a trinta segundos.
O fato é que gosto dele.
Um senhor de idade, cabelos grisalhos e cara bem simpática.
Sei que mantém o trabalho para ajudar a família.
Foi o síndico uma vez que me disse.

Geralmente o porteiro, o Sr. Gastão…
Espera!
Abro aqui um parênteses, faltou dizer que esse é seu nome.
Nome gozado. Aumentativo de gasto.
Não. Acredito que não se deva aplicar esse adjetivo.
Melhor lembrar daquele vilão de uma história infantil.
Um desenho animado cantado.
Às vezes canto sua estrofe. Soa divertido.
Mal sabe ele disso.
Voltando. Geralmente o porteiro, o Sr. Gastão,
responde meus cumprimentos com grunhidos.
Sussurros alegres, surpresos e diferenciados.
Acho que fica alegre toda vez que me vê.
Será que sou a única pessoa a receber tão grande contentamento?
Prefiro acreditar que sim e ser especial.

O meu primeiro bom dia foi ao porteiro.
Penso em sua rotina paralisada.
No mesmo lugar todos os dias.
As mesmas pessoas indo e vindo.
Às vezes alguma novidade.
Entregas de correspondências e toc toc’s enganados.
Vizinhança chata, aos gritos, carregada de problemas.
E o pobre senhor deve escutar.
Será que ele resolve? Acredito que não.
Perdoe senhor Gastão pela conclusão pessimista.
Não quero ser indelicado.
Apenas desejo sorte de não ter que aturar tais moradores.
Após o almoço, ele desaparece.
Imagino que tenha largado seu posto, contente.
Os outros porteiros entram.
Esses são legais também, geralmente prestativos.
Mas deixemos bem claro.
Nenhum se compara ao alegre e sussurrante Sr. Gastão.

O meu primeiro bom dia irá ao porteiro.
Por que não dividir esse singelo cumprimento?
O anúncio e o desejo de um dia bom.
Hoje cedo, em meu retorno, ele me abordou.
Pediu um sapato velho.
Não para ele, mas para a caridade.
Ah! Como me sinto culpado.
Ano passado, na covardia, joguei alguns pares foras.
Talvez alguém tenha pegado, mas fico na incerteza.
Estavam velhos, rasgados, impróprios para o uso.
Não queria que ninguém passasse pelo desconforto
e pela desumanidade de usá-los.
Senti vergonha ao relembrar.
Não cogitei o conserto.
Agora confesso e que me venham as pedras.
Perdoe-me senhor Gastão.
Conheço-te tão pouco, mas sinto que merece o que há de melhor.
Sim! O senhor merece o meu melhor bom dia.

Que seja eternamente maravilhoso.

Anúncios

5 thoughts on “Um texto sincero

  1. Sabe que também poderia dissertar por alguns minutos sobre a diferença que faz sair do meu prédio e me deparar com o sorriso daqueles que ficam por ali; abrindo e fechando portas ou mesmo passando a vassoura, brilhando o chão… Há alguns que sempre tem um sorriso tão verdadeiro e amigo no rosto… Pode ser carência, saudade do contato com os amigos, mas não é que dá vontade de parar e conversar, puxar assunto, mostrar simpatia… rs Mas o tempo é sempre curto e vai me puxando portão afora. Mesmo contrariando meu humor naquele dia, dá mesmo vontade de conviver, pois é verdade que se estabelece um diálogo curioso com esses desconhecidos… E me surpreendo com o pouquinho de suas vidas que consigo pescar no momento que passo pela portaria. Um dos porteiros sempre me pareceu muito chato, carrancudo, mal humorado mesmo. Até que o surpreendi comentando ao celular (devia ser com a “patroa”) que mal podia esperar para fazer para o almoço de domingo determinada iguaria que trouxera de uma viagem à sua terra natal… Mudei minha impressão no ato.

    beijos!!

    • samuelstrappa

      Oi Danilo, como vai? Obrigado pelos elogios em seu comentário. Vou procurar um plugin do wordpress para ativar o sistema de avisos aos seguidores, caso contrário farei manualmente e te aviso. Abraços, samuel.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s