Poema antes de partir

Standard

A morte do caixeiro viajante

Arte - Cartaz da peça "A morte do caixeiro viajante" (Death of a Salesman)

Embora

Vou embora antes.
Antes que o forno aqueça
e que ela tome forma.
Antes de provar o sabor
e de terminar a prosa.
Antes de piorar e de por tudo a perder.
Antes mesmo de entardecer
e o que somos esmaecer.
Vou sair e deixar a lembrança.
Que ela tenha força e seja prazerosa.
Que ostente o verbo e perdure
formosa, sem derrota.
Que viva comigo, contigo e com aqueles
que venham compartilhar.
Vou embora antes,
mas primeiro vou assinar,
este epílogo improvisado
que cresceu feito um sonho
de um apaixonado teimoso
que recusava acordar.

Anúncios

One thought on “Poema antes de partir

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s