Poema para quando procurar uma origem

Standard
"El Principito" (O pequeno príncipe), ilustração de So Ri Yonn

“El Principito” (O pequeno príncipe), ilustração de So Ri Yonn

Jogo de Queixo

Quatro linhas e um jogo da velha no queixo.
Duas quedas e um poeta longe do eixo.
Criança inventiva na ardósia deixou rima.
História repetida teve prova ao olhar pra cima.

Lembranças de menino pra espantar a rotina.
E outras fantasias emotivas com formas criativas.
Promessas sobre rabiscos em pisos de giz, quis…
Tardar o crescer para o consciente ser mais feliz.

Poema para o instante do abraço

Standard
Ilustração de Estrellita Caracol

Ilustração de Estrellita Caracol

Respiro

Tem dias que na mão se acomoda o mundo complexo.
Fácil apontar e circular alguns defeitos por perto.
Noutros, chocalho e medos caem feito flocos do teto.
Esperto, meu céu nega limites para quem prova afeto.
E modesto estou no turbilhão de sentimentos abertos.
Tão simples! Um abraço faz meu coração ficar quieto.

Para aqueles que já admiraram a aurora

Standard
Foto de Andrew Lyman da série "Fleeted Happenings"

Foto de Andrew Lyman da série “Fleeted Happenings”

Invisível

Estranho, devagar e inevitável, as estrelas interromperam seu piscar.
Feito cordas puxadas de abajures, uma a uma, até o brilho perder lugar.
Do lado de fora da cabana, o mato chorado e os pássaros acordados.
Na hora do despertar acostumado quis o sol, além da serra, me flertar.

Caminho sozinho entre gramas, solos e espinhos saudosos de papinho.
Ventos são vozes, cores e na pele batem arrepios de modo imprevisível.
Insetos instáveis viram notas, pontos vermelhos, mimetizes a antíteses.
Enquanto viro folhas, tronco, pulmão, um resíduo do céu, o ser invisível.

Dois pra lá, um pra cá

Standard
"Iluna", ilustração de Elisabetta Decontardi

“Iluna”, ilustração de Elisabetta Decontardi (Deco)

Inesperados

O meu pressentimento era apenas uma noite
Lamentável expectativa tão breve confirmada.
Logo hoje que vulnerável eu me encontrava.

Sorte bater em metade no tumultuado acaso.
Inesperados, são medidas e toques improvisados.
Mal acostumado, o lar teve destino apressado.

Delicado, o abraço testou o ciúme da aurora.
Doce calor apimentado na pele deixou sobra.
Despedida amorosa para quem ficou a demora.