Para aqueles que já admiraram a aurora

Standard

Foto de Andrew Lyman da série "Fleeted Happenings"

Foto de Andrew Lyman da série “Fleeted Happenings”

Invisível

Estranho, devagar e inevitável, as estrelas interromperam seu piscar.
Feito cordas puxadas de abajures, uma a uma, até o brilho perder lugar.
Do lado de fora da cabana, o mato chorado e os pássaros acordados.
Na hora do despertar acostumado quis o sol, além da serra, me flertar.

Caminho sozinho entre gramas, solos e espinhos saudosos de papinho.
Ventos são vozes, cores e na pele batem arrepios de modo imprevisível.
Insetos instáveis viram notas, pontos vermelhos, mimetizes a antíteses.
Enquanto viro folhas, tronco, pulmão, um resíduo do céu, o ser invisível.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s