Poema para apaziguar a apaixonada espera

Standard

Como são as coisas

Calhou de você bater na porta errada.
Entre tantas outras desencontradas.
Não viu que a minha do lado estava?
Por que insistiu naquela descuidada?

Um passo a mais e você me esbarrava.
Mas quis o destino a liga equivocada
No caso, o desapego é o melhor recado.
Amor cilada se não olhar a sua estrada.

Como são as coisas, não bastam lamentos.
Vidas cruzadas em descabidos momentos.
Mas tenho fé e calma, vou esperar atento.
Daqui a pouco acerta, basta soprar o vento.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s