Quando quis imitar o som do coração

Standard

Ilustração de Roberto Weigand

Ilustração de Roberto Weigand

Tum-tum

A cabeça, o coração e o impulso.
No pulso, a batida de nós dois.
Depois de nos juntar e confundir.
E rir do tempo que fizemos juntos.

Mas muito há de somar e descobrir.
Por aí somos duas coisas simples.
Simples, porque preferimos assim.
A fim de ressaltar o amor em si.

Repetir e colar o ouvido no peito.
Isto feito, ouvir tim-tim por tim-tim.
Coladinhos, passando horas assim.
O som da vida ritmado do dó ao si.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s