Vertigem

Standard

Guy-Girl-Window-Shadow
A face

A esta hora você me vem visitar.
Primeiro uma sombra desgrudada.
Depois pendurada em tijolo no ar.
Vindo quieta e infinita só pra testar.

Dobrada sua mão de unhas compridas.
Pelo parapeito feito feio por fora entrar.
Sua face em minha casa traz vertigem
Trêmulo pra cair do décimo segundo andar.

Basta um vento para assim te apagar.
Devolvê-la ao escuro da vista sem luar.
Devagar, docinho e triste testemunhar.
O medo que você me é… se afastar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s