Pequeno testemunho do primeiro viajante

Standard
Musée d'Orsay, foto minha.

Musée d’Orsay, foto minha.

Vestígio

Perdeu-se do tempo há um bom tempo
Não reconhecia o terreno e o movimento.
Não se encontrava em próprio contexto.
Texto, testamento, para voltas e ventos.

Excêntrico, novo, transformado de novo.
Nascido pro mundo, pro longe, pra todos.
Pra fazer e contar uma história divertida.
Recomeço de tempo, outro sentido à vida.

Anúncios

O retrato de quem pensou poesia

Standard
Retrato do céu cinza

Foto minha "Retrato do céu cinza"

Poema de trajeto

O céu recortado pelo nosso movimento
coloriu-se de cinza ao som daquela conversa.
Pequenas gotículas vieram enfeitar a janela
e chuviscado risquei distraído sem pressa.

Fiz um desenho da forma que te caracterizo.
Forma singela com linhas e muitas curvas.
Na curva, jogado para outro lado dessa esfera.
De ponta cabeça tem o mundo sua forma confusa.

Pois então que cresça a linha a moldar esta janela.
Com tantos outros fios a conduzir-nos energia.
Somos apaixonados perdidos em melancolia.
No concreto costurados e no intervalo poesia.